Fórum Atlântico Sul

AMBINERGIA 2009 – Feira Internacional de Ambiente, Energia e Sustentabilidade


EXPONOR – Feira Internacional do Porto

Porto, Portugal – 4 a 7 de Junho de 2009

APRESENTAÇÃO

As presentes sociedades são fortemente dependentes dos combustíveis fósseis (os mais importantes são o petróleo, o carvão, e o gás natural).

O petróleo, em particular, representa cerca de 95% da energia usada nos transportes. Além disso, tem outros usos como a produção de electricidade, o aquecimento de edifícios, e a produção de produtos petroquímicos em geral – plásticos, adubos, asfaltos, etc..

Porém, o mundo está actualmente a passar pelo pico máximo de produção de petróleo (usualmente conhecido por “Peak Oil”), ponto a partir do qual a produção irá começar a diminuir.

Em circunstâncias normais, as limitações das alternativas ao petróleo e o crescimento económico e populacional da humanidade conduziriam à continuação do crescimento das necessidades mundiais de petróleo. No entanto, o consumo não pode ser superior à produção, pelo que a partir do momento do Peak Oil é inevitável uma redução forçada do consumo.

Nesta apresentação é discutido o problema do Peak Oil nas suas diversas vertentes: Datas, causas, consequências, problemas e oportunidades.


ABERTURA DO SEMINÁRIO E COMPOSIÇÃO DA MESA
6 de Junho de 2009, 14h15


PROGRAMA

14,15 – Composição da mesa do Seminário
14,20 – Abertura – Embaixadora Claudia D’Angelo
14,30 – Reflexão – Professor Doutor Salvato Trigo
14,50 – Chamamento para os trabalhos – Professor Doutor Pedro de Almeida

15,00 – Composição da Mesa de trabalhos ao Seminário

Presidente – Senhor Engenheiro Jorge Borrego – Presidente do Conselho Director – COGEN Portugal

Moderadora – Professora Doutora Teresa Ponce de Leão – Presidente do Laboratório Nacional de Energia e Geologia


Painel 1 – Peak Oil (PO) – O Pico mundial da produção de petroleo

Professor Doutor Pedro de Almeida e Engenheiro Luis de Sousa

Painel 2 – “Cenários Energéticos nos Países Lusófonos
Professor Doutor Raul Sturari

16,30 – Discussão em painel e com a assistência.

17,15 – Encerramento


BREVE BIOGRAFIA DOS PALESTRANTES

Pedro Domingues de Almeida, Licenciado em Engenharia Electrotécnica pela Universidade de Coimbra, Mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação pela Universidade de Coimbra, Doutorado em Engenharia Informática pela Universidade da Beira Interior (UBI). Actualmente é professor do Departamento de Informática da UBI. É investigador na área das energias renováveis desde 1988. Realiza tambem investigação aplicada em técnicas de previsão, área do seu doutoramento. Tem actuado como consultor no domínio da previsão dos preços de petróleo para cobertura de risco. Interessa-se pelo problema da disponibilidade mundial de combustíveis fósseis (e em particular do petróleo) desde 1998 e tem dedicado os últimos anos ao estudo e acompanhamento desta questão. É investidor activo (em particular, ao nível do petróleo e derivados). Tem discutido e divulgado o problema do pico de produção do petróleo em vários sítios da Internet, e desenvolvido artigos e realizado apresentações em conferências sobre o tema. Neste momento está a escrever um livro sobre o tema. É membro da ASPO Portugal.

Luís Moreira de Sousa, licenciado em Engenharia Informática e de Computadores e Meste em Sistemas de Informação Geográfica pelo Instituto Superior Técnico. Assintente e bolseiro de investigação científica no Departamento de Engenharia Civil do IST, participa em diversos projectos de investigação. Investiga o esgotamento dos hidrocarbonetos sob a perspectiva do crescimento populacional, sendo programador e editor do sítio PicoDoPetroleo.net. É também editor contributivo do sítio sobre Energia Europe.TheOilDrum.com.

Raul José de Abreu Sturari, Doutor em Política e Estratégia pela Escola de Guerra Naval (Brasil). Doutor em Aplicações, Planejamento e Estudos Militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército Brasileiro. Especializado em Pedagogia (pós-graduação) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Graduado em Administração pela Faculdade de Ciências Administrativas e Contábeis de Lins (Lins, SP). Presidente do Instituto “Sagres – Política e Gestão Estratégica Aplicadas”. Professor de pós-graduação da Fundação Universa (Universidade Católica de Brasília). Coordenador do Instituto Sagres junto ao Projeto Cenários Ambientais 2020, da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. Foi Secretário Executivo do Núcleo de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. Possui os títulos de Professor Militar da Força Armada de El Salvador, na América Central, de Professor Honorário da Universidade Privada do Norte, do Peru, e de Hóspede Distinto da Universidade Nacional de Trujillo, no Peru.


DESTINATÁRIOS

• Orgãos do poder Central e Local;
• Empresas;
• Académicos;
• Investidores.


RESULTADOS ESPERADOS

• Compreensão do importantíssimo problema do esgotamento dos recursos energéticos fósseis, e das consequências deste esgotamento, com enfoque especial na realidade portuguesa e lusófona.
• Realizar uma análise e uma discussão preliminar das possíveis linhas estratégicas de resposta à nova realidade energética – ao nível do planeamento nacional, autárquico, empresarial e individual.
• Apontar caminhos e debater soluções adequadas a situações específicas.


APOIOS




Apoios e Parcerias