Mentalidade Marítima

A Mentalidade Marítima

Não há dúvida de que as condições que afetam o Poder Marítimo, podem ser consideradas, no contexto planetário, como antecedentes de maritimidade: posição estratégica, configuração física, extensão do território e do litoral em face da distribuição populacional, produção nacional, escoamento da produção, clima, uso do litoral e mentalidade marítima.

A discussão desses pressupostos revela que o País ocupa posição privilegiada entre as nações marítimas: posição geográfi ca e estratégica voltada para o Atlântico, eqüidistante dos centros mundiais de decisão; projetado como ponte para a África Austral, ligado ao resto do mundo por transporte marítimo, dotado de portos de águas profundas; extenso litoral intensamente povoado na costa Sudeste e nas cidades mais importantes do Sul e do Nordeste; inserção entre os grandes produtores mundiais, evidenciando a necessidade de aumentar a capacidade de comunicação pelo mar; clima favorável.

Sem uma definição, a mentalidade marítima pratica – se e demonstra – se através de:

  • Resgatar a convicção ou crença individual e coletiva da importância do mar;
  • Compreender que o mar é fator primordial de progresso e desenvolvimento;
  • Desenvolver hábitos, atitudes, comportamentos e vontade de agir, para utilizar de forma sustentável as potencialidades do mar;
  • Apoiar a sustentabilidade econômica, social, natural e cultural das comunidades costeiras, protegendo o seu patrimônio;
  • Viabilizar seu desenvolvimento através de sua melhor integração aos ambientes marinhos da Zona Costeira;
  • Desenvolvimento de uma gestão integrada dos ambientes terrestres e marinhos, baseada numa melhor informação científica e tecnológica disponível, direcionada para as áreas produtivas, ambiental, cultural, artística e desportiva;
  • Divulgar boas práticas sustentáveis em desenvolvimento e turismo, contribuindo para o crescimento económico da região e da comunidade;
  • Contribuir para o monitoramento das áreas de mananciais dos recursos hídricos, nas comunidades;
  • Despertar o interesse pelas coisas do mar, fomentando o desenvolvimento da “Mentalidade Marítima” e o bom uso do “Poder Marítimo”.
  • *Excerto apresentado por SOAMAR Brasil em Portugal


    Temas: , , , ,


    
    Apoios e Parcerias